NOTÍCIAS

HPV - quem é o principal transmissor da doença?


O HPV é um vírus que infecta pele e mucosas, produzindo lesões de diferentes características. As infecções costumam ocorrer nas primeiras décadas de vida sexual, com redução transitória e eliminação espontânea com a idade. 
São descritos mais de 150 tipos, 40 deles causando infecções anais e do trato genital,  alguns com potencial de levar a lesões malignas. É um tema importante na saúde reprodutiva entre os gêneros, exigindo medidas preventivas que visem a redução da infectividade e suas conseqüências. Diferenças anatômicas e hormonais entre os sexos geram manifestações também diversas. Os homens acabam adoecendo menos e o órgão genital feminino pode favorecer o desenvolvimento e multiplicação do HPV, com lesões que podem ser mais sérias.
 
A vacinação é preconizada para homens entre 9 e 26 anos e mulheres entre 9 e 45 anos. Nos protocolos do Ministério da Saúde há campanha para vacinação de meninas entre 9 e 14 anos e para os meninos entre 11 e 14 anos. A vacinação nesta faixa etária pode ter efetividade de 90 a 96% na prevenção de lesões graves, por se tratar de indivíduos ainda não expostos ao HPV. Casos especiais de comprometimento do sistema de defesa do organismo também são contemplados em protocolos específicos. 
 
Mesmo para pessoas que já trataram lesões diversas por HPV a vacina também auxilia na melhora da imunidade e deve ser considerada na prevenção de novas manifestações clínicas.
 
Fonte: MS, 2017; SBU, 2019
 





Listar todas